Loja de Atendimento do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul – CAU/RS Agency

alta_caurs-1

O bloco que abriga recepção, copa, sanitários e almoxarifado sugere ao visitante, através de sua inflexão, o caminho à galeria de exposições.

alta_caurs-2

A recepção ampla torna o Espaço do Arquiteto convidativo ao transeunte e a utilização de mobiliário leve industrializado permite a alteração de layout com facilidade para a realização de atividades das mais diversas que possam vir a interessar o CAU futuramente.

alta_caurs-3

O bloco central de atendimento se materializa através de chapas metálicas aparafusadas com acabamento predominante em pintura cinza claro – que é também a cor principal nos pisos. A intenção com essa escolha é a de garantir um ambiente neutro, que permite que detalhes coloridos como a marca de CAU/RS e materiais informativos que porventura venham a ser divulgados se destaquem sem esforço.

alta_caurs-4

Novas esquadrias dinamizam a relação do interior com o exterior.

alta_caurs-5

O bloco de atendimento pode ser fechado por cortinas se transformar ao mesmo tempo em depósito e superfície para projeções multimídia.

alta_caurs-6

Funções de uso eventual como computadores comunitários e nicho de biometria concebidos em móvel aberto para dar fluidez ao espaço.

alta_caurs-7

Além do layout padrão em forma de galeria linear, podem ser oferecidos nichos concatenados criados a partir da combinação de arranjos das divisórias suspensas com os painéis articulados instalados na parede de fundos.

alta_caurs-8

Os painéis móveis articulados podem ser reconfigurados rapidamente e com facilidade, abrindo um amplo leque de opções de layouts especiais para exposições e eventos dos mais diversos. O grande foyer disponível multiplica as possibilidades.

alta_caurs-9

A utilização de painéis móveis articulados associada a cortinas rolô automatizadas permite a possibilidade de total liberação da parcela anterior do bloco central de atendimento, permitindo atividades de grande aglomero de pessoas, como palestras.

alta_caurs-10

Corte Transversal.

alta_caurs-11

Corte Longitudinal

A1

Planta de Situação.

PB 1 50 copy

Planta Layout Principal

A1

Planta Layouts Alternativos e Instalações

 

Nosso projeto para o Espaço do Arquiteto do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul se baseia na liberdade de layout e na valorização da arquitetura original da sala existente. Essa proposta se opõe radicalmente à subdivisão do espaço, que interrompe a fluidez da planta e deforma as dimensões e as proporções encontradas antes da intervenção. Ao concentrar as atividades de atendimento em um núcleo altamente versátil liberado do perímetro, permitimos que o visitante perceba a amplidão do espaço e abrimos a possibilidade de se explorar expograficamente as paredes de divisa. A combinação de um grande espaço livre junto à recepção (um verdadeiro foyer) com um percurso que inclui uma galeria linear ao fundo da planta cria um itinerário rico em possibilidades que permite ao visitante apreciar progressivamente a exposição ao percorrer a sala.

O bloco central é uma peça visualmente permeável e extremamente flexível. Ele usa tecnologias simples – essencialmente divisórias móveis e cortinas automatizadas – para configurar diversas opções de layout. As salas de reuniões podem ser sudvidididas em três, duas, ou uma grande sala – além de poderem se desmaterializar, ampliando para novas e imprevistas as possibilidades de utilização do espaço, como palestras, workshops, lançamentos de livros, vernissages e coquetéis.

Cientes de que a intervenção na fachada está sujeita a aprovação condominial, utilizamos uma estratégia independente da execução do restante do projeto, mas que adiciona instigantes possibilidades de interação do exterior com o interior. Mantivemos a modulação atual, minimizando a interferência visual na fachada geral, mas propusemos substituir os painéis fixos por painéis articulados com eixo central. Abre-se, com isso, a possibilidade de ventilar naturalmente o interior em dias amenos, de direcionar visuais para o jardim e de dinamizar o fluxo de pessoas com as áreas externas adjacentes, especialmente em dias de eventos.

Por fim, abdicamos da cenografia e ludismo excessivos em voga na arquitetura de interiores atual em favor da valorização do raciocínio arquitetônico puro e das qualidades naturais dos materiais de baixa pegada ecológica por acreditarmos que a imagem do CAU deva transmitir o valor maior dos e das arquitetas para a sociedade: a capacidade de resolver problemas com precisão, beleza e inteligência.

Concurso (Menção Honrosa)

Time: Gabriel Johansson Azeredo, Pedro Leggerini, Gabriel Waquil e Luísa Kogler (ALTA)  + Jean Grivot, Maurício Santos, Fernando Balvedi, Gabriel Garcia, Luísa Konzen, Naiara Braghirolli Forneck, Flávia Maritan, Taís Buhler, Belisa Peres, Bruno Marsiglia de Carvalho, Luciana Stinieski Pires, Luis Bonilla, Marina Varante, Bruna Bissani, Pedro Augusto Dal Molin e Leonardo Martinez (Hype Studio)